BRASIL PRA FRENTE

BRASIL PRA FRENTE!
O RIO DE JANEIRO DE PÉ PELO BRASIL!





















segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Fortuna dos 400 mais ricos dos EUA é similar ao PIB do Brasil, diz 'Forbes

  • Pelo 21º ano seguido, Bill Gates lidera o ranking dos mais ricos dos EUA
    Pelo 21º ano seguido, Bill Gates lidera o ranking dos mais ricos dos EUA
As 400 pessoas mais ricas dos Estados Unidos têm, juntas, cerca de US$ 2,29 trilhões, segundo a revista "Forbes". O valor é semelhante à soma de tudo o que foi produzido no Brasil no ano passado: o PIB (Produto Interno Bruto) do país em 2013 foi de US$ 2,245 trilhões, de acordo com dados do Banco Mundial, em dólares.
O cofundador da Microsoft Bill Gates lidera o ranking da "Forbes" pelo 21º ano seguido, com uma fortuna estimada em US$ 81 bilhões. Em seguida, aparece o megainvestidor Warren Buffett, chefe-executivo da Berkshire Hathaway, com patrimônio avaliado em US$ 67 bilhões. O terceiro lugar ficou com Larry Ellison, da Oracle, com US$ 50 bilhões.
Mark Zuckerberg, do Facebook, aparece na 11ª posição. Ele teve o maior ganho: sua fortuna aumentou em US$ 15 bilhões desde o ano passado, devido à alta das ações da rede social, e chegou a US$ 34 bilhões. 
Os mais ricos dos EUA
  • 1
    Bill Gates - US$ 81 bilhões
  • 2
    Warren Buffett - US$ 67 bilhões
  • 3
    Larry Ellison - US$ 50 bilhões
  • 4
    Charles Koch - US$ 42 bilhões
  • 5
    David Koch - US$ 42 bilhões
  • 6
    Christy Walton e família - US$ 38 bilhões
  • 7
    Jim Walton - US$ 36 bilhões
  • 8
    Michael Bloomberg - US$ 35 bilhões
  • 9
    Alice Walton - US$ 34,9 bilhões
  • 10
    S. Robson Walton - US$ 34,8 bilhões
Fonte: Forbes
Ampliar

Conheça 50 bilionários brasileiros no ranking da "Forbes Brasil"50 fotos

2 / 50
O libanês naturalizado brasileiro Joseph Safra, 75, é o segundo mais rico do país, segundo a "Forbes Brasil". Seu patrimônio é estimado em R$ 35,98 bilhões. Ele é o último irmão vivo do trio que fundou o banco Safra, após a morte do irmão Moise, em junho Leia mais Mastrangelo Reino/Folhapress

Veja também

Nenhum comentário: