BRASIL PRA FRENTE

BRASIL PRA FRENTE!
O RIO DE JANEIRO DE PÉ PELO BRASIL!





















terça-feira, 10 de junho de 2014

HERANÇA MALDITA DE MARCELO ALENCAR.


O PIOR GOVERNO QUE O RJ JÁ TEVE.
QUASE PERDEMOS A CEDAE


A malha ferroviária urbana do Rio de Janeiro foi privatizada por R$ 30 milhões durante o governo de Marcelo Alencar (PSDB). Na época foram estabelecidos R$ 279,7 milhões como preço pela malha, entretanto, os tucanos, realizaram um acordo pelo qual os compradores “investiriam” R$ 250 milhões, ao invés de pagá-los.

Um grupo de investidores estrangeiros, dentre eles Electra Investment Trust, General Eletric Invest-ments e a Construcciones y Auxiliares de Ferrocarriles, da Espanha arremataram por R$ 30 milhões eles se apossaram de 7 linhas, 224 km de trilhos, 58 trens e 88 estações.
A concessionária é reconhecida nacionalmente pelo seu desrespeito aos usuários do sistema de trens fluminense.

O ex-governador Marcelo Alencar entregou a rodovia de mão-beijada aos empreiteiros da Concer, deixando Duque de Caxias numa situação calamitosa”. Ele também denunciou que as construções realizadas de forma irresponsável pela concessionária para a criação de vias marginais “são responsáveis pelas várias enchentes que estão ocorrendo na região”

O governo tucano de Marcelo Alencar investiu apenas R$ 5 milhões na Segurança Pública, carros da policia estavam todos sucateados, delegacias caindo aos pedaços.

Servidor público teve seus salários achatados. 

Acabou com o IASERJ sucateando, para favorecer os planos de saúde.

Na venda do Banco do Estado do Rio de Janeiro (Banerj), o “comprador” pagou apenas 330 milhões de reais e o governo [Marcelo Alencar – PSDB] do Rio tomou, antes, um empréstimo dez vezes maior, de 3,3 bilhões de reais.

"Vendeu" a CEG, que explode bueiros pela cidade.

Colocou a industria naval na lona, desempregando milhares de operários navais, até o SENAI fechou a escola de solda.

'Vendeu" o Metrô para os estrageiros. Em contrato daracroniano, onde o Estado se obriga a a fazer a manutenção dos trens,trihos e etc, os "compradores", ficaram só com a bilheteria.

Fechou a RIOCOOP , a fábrica de pré-moldados desempregando cerca de 5 mil trabalhadores da construção civil.
Os que se beneficiaram com seu desgoverno é que acha que ele foi um bom governo, ele renegou seu passado.

OBS: Quando estivemos com o governador, eu que era vice-presidente  e os companheiros na época da CGTB RJ, com o presidente  Antônio Neto no palácio Guanabara, ele disse que esquecêssemos o seu passado, que foi brilhante, que agora ele pensava diferente, e defendeu a entrega do patrimônio do povo do RJ, como CEG, BANERJ, FLUMITRENS, BARCAS,METRÔ,RODOVIAS, ARROCHO DOS SERVIDORES PÚBLICOS, QUIZ "VENDER" A CEDAE .

Aylton Mattos

Nenhum comentário: