BRASIL PRA FRENTE

BRASIL PRA FRENTE!
O RIO DE JANEIRO DE PÉ PELO BRASIL!





















terça-feira, 22 de outubro de 2013

Eu preciso dizer que te amo




TAMBÉM SE AMA, NA LUTA, NA MILITÂNCIA.
TODO BOM MILITANTE, REVOLUCIONÁRIO, AMA.
NÃO O AMOR MESQUINHO, O AMOR BURGUÊS, INDIVIDUALISTA, POR INTERESSE SÓ FINANCEIRO.
CERTAMENTE QUE SEM UMA VIDA MATERIAL BOA,NÃO HÁ AMOR QUE RESISTA. MAS A LUTA POR UMA VIDA MELHOR NÃO SE CONSTRÓI  SEM  AMOR.
É PRECISO MUITO AMOR PARA CONSTRUIR E LUTAR.
O REVOLUCIONÁRIO AMA E AMA MUITO, COM TANTA INTENSIDADE  QUE AS VEZES TEM MEDO DE DIZER "TE AMO". E SER REVOLUCIONÁRIO É ADMITIR TAMBÉM O MEDO.
MAS O AMOR É ISSO, MEDO, VIDA, É SENTIMENTO PURAMENTE HUMANO.
AMAR OUTRA PESSOA SEM PIEGUICE, SEM ESSES SENTIMENTOS PEQUENOS-BURGUESESNOVELÍSTICOS.
MAS O AMOR INDIVIDUAL, ESTA PROFUNDAMENTE INTER-RELACIONADO COM O AMOR A HUMANIDADE.
SEM  AMOR PELO O OUTRO SER HUMANO, NÃO HA AMOR PELA HUMANIDADE.
NÃO HÁ CONTRADIÇÃO ENTRE AMAR UMA PESSOA E A HUMANIDADE.
O AMOR NÃO É ISOLAMENTO,INDIVIDUALISTA, É PROFUNDAMENTE COLETIVO. SE NÃO FOR COLETIVO NÃO É AMOR.
AMAMOS INDIVIDUALMENTE PORQUE AMAMOS COLETIVAMENTE.
SEM AMOR COLETIVO NÃO HÁ AMOR INDIVIDUAL
AFINAL SOMOS TODOS SERES HUMANOS.
"EU PRECISO DIZER QUE TE AMO....."

AYLTON MATTOS

Nenhum comentário: