BRASIL PRA FRENTE

BRASIL PRA FRENTE!
O RIO DE JANEIRO DE PÉ PELO BRASIL!





















quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Siqueira: Parente desmantela a Petrobrás para entregar o pré-sal aos estrangeiros



 Fernando Siqueira é vice-presidente da Associação dos Engenheiros da Petrobrás (Aepet)
 A lei que retira a Petrobrás do pré-sal foi sancionada na terça-feira (29) por Michel Temer. A nova legislação desobriga a estatal de ser operadora única e de participar em 30% dos consórcios no pré-sal.


Segundo Fernando Siqueira, vice-presidente da Associação de Engenheiros da Petrobrás (AEPET), em debate no Clube de Engenharia, no mês passado, “o governo passou o trator”. “Parente defendeu efusivamente, publicamente, o projeto do senador Serra que tira a Petrobrás do pré-sal, ou seja, ele veio realmente com a intenção de desmontar a companhia para abrir o pré-sal para empresas estrangeiras”. Após relatar as negociatas de Pedro Parente “que comandava o processo de desnacionalização da Petrobrás e chegou a mudar o seu nome para Petrobrax” no governo FHC, Siqueira denunciou o desmantelando feito através de venda dos ativos “por valores absolutamente irrisórios”.
“Com uma gestão como a de Pedro Parente, a desobrigação de a Petrobrás participar da licitação significa fundamentalmente a não participação da nossa estatal na exploração de uma das maiores riquezas já descobertas nos últimos anos”, afirmou Siqueira. “Carcará, um dos melhores campos do pré-sal - com três campos já perfurados, uma reserva da ordem de dois bilhões de barris - já foi vendido. As empresas estrangeiras que vão disputar esses leilões encontrarão campos já descobertos pela Petrobrás, prontos para serem explorados”.

Parente, denuncia o dirigente da Aepet, “está vendendo a malha de gasodutos sudeste, um monopólio natural, para um grupo estrangeiro especulador de fundo de pensão – o Brookfield. Um crime de lesa pátria. Depois vão alugar para a Petrobrás e pelo preço que quiserem”; “vendeu a Liquigás. A Petrobrás levou anos para conseguir entrar no mercado de distribuição de gás e regular o mercado. Uma empresa que dá um grande fluxo de caixa e é vendida por um preço também irrisório”.
“Está vendendo a maioria das ações da Petrobrás Distribuidora, a jóia da coroa. É a empresa que dá o melhor fluxo de caixa, o melhor retorno para a Petrobrás, duplamente estratégica. Primeiro porque é a única distribuidora que leva combustível de Canoas aos confins do Amazonas, de Rondônia e as outras empresas não fazem porque não dá lucro”; “os campos de Baúna e Tartaruga Verde sem nenhuma avaliação, sem nenhuma concorrência, diretamente para a empresa”; “vendeu a companhia petroquímica de Pernambuco. Todas as petroleiras têm um braço petroquímico, um braço importante estratégicamente para a empresa, e nós vamos abrir mão do nosso braço petroquímico”.
“Está saindo da fertilizante, o pessoal da Fertilizante Araucária está apavorado porque a Vale comprou, e a Vale entende de rocha, não entende de petroquímica, não entende de segurança química, então, está mais ou menos um elefante dentro da casa de cristais. O pessoal está apavorado porque vai ter um desastre ambiental por falta de controle e conhecimento de segurança química do pessoal da Vale”.
http://www.horadopovo.com.br/
 

Nenhum comentário: