BRASIL PRA FRENTE

BRASIL PRA FRENTE!
O RIO DE JANEIRO DE PÉ PELO BRASIL!





















quarta-feira, 30 de março de 2016

O LACAISMO DA LEITÃO



 Todos os dias, a Miriam Porquinha (Leitão), vai para a TV, Rádio expor o seu “modernismo” reacionário, suas ideias atrasadas, retrógradas.
 Pensa que convence mais alguém, com seu grunhido.


































Hoje ela, “democrata”, disse  na época que  eleição do Hugo Chaves representava ideias obsoletas, retrógradas, ultrapassadas, que o mundo não comporta mais. É pra rir...

Que a eleição dos Presidentes da Venezuela, Equador, Bolívia, Brasil, Argentina, Nicarágua, representa o atraso, de ideias, ultrapassadas. Só povos destes países não pensam assim.

O que ela, defende é os assassinos, marginais, ladrões, mafiosos, dos banqueiros americanos, os cartéis do petróleo americano e inglês. Que matam e roubam os povos.

Queria ela, que as riquezas de petróleo da Venezuela, estivessem servindo aos seus patrões de Wall Street e não ao povo venezuelano.

Assim como nos países restante da América Latina, as riquezas produzidas sirvam não ao povo e sim aos seus chefes marginais.

Defensora de marginais, ladrões, pedófilos, drogados, tarados, do império decadente americano, Miriam Porquinha, Leitão, não toma jeito, e pensa que temos que pensar como ela.

Ultrapassado e retrógrado é esses bandidos que ocupam o governo dos EUA.

O que você defende, e não tem coragem de dizer abertamente é esses marginais, foras da lei.

Que querem que os povos fiquem de quatro, na lama.

O que esses ladrões, bandidos fazem no mundo você sabe, mas vou dizer:
Que assalta assassina milhares de pessoas no Iraque, para roubar o Petróleo.  Que ampliar e incentivar a produção de papoula no Afeganistão, que os Talibãs haviam eliminado; a produção de cocaína na Colômbia, para garantir o abastecimento do seu mercado interno consumidor; o maior do mundo, onde inclusive são "lavados” os dólares, nos grandes bancos americanos, que financiam a ladroagem no Iraque, os Alcapone modernos. 

Apoia o governo fascista de Israel, que assassinam crianças e mulheres palestinas; que não assina o tratado de Kioto, que mantém milhões de pessoas negras, latinos, brancos pobres nas suas  cadeias, que constrói o muro da vergonha no México, que mantém separado o povo Coreano. Estimula, financia golpes de estado no mundo, legaliza a tortura em seu próprio país, que a policia mata, como fizeram com o brasileiro em Londres, que mantém o maior arsenal nuclear para intimidar a todos, que derrubou o governo legitimo da Iugoslávia, do Iraque, que sustentou durante anos o governo racista da África do Sul, derrubado por Nelson Mandela. Que mantém por mais de 40 anos o boicote ao povo Cubano, que financiou a guerrilha contra o governo sandinista, que matou mais de cinco milhões de Coreano e Vietnamita, que jogou Bomba Atômica no povo indefeso do Japão, quer mais... Sua... é isto que é moderno?... Fora os milhões e milhões que morrem de fome no mundo por causa desta política assassina, de roubalheira, praticada no mundo. Essa é modernidade que defende a Miriam.

Sabemos que o seu sobrenome é Leitão, mas não precisa personificar porque neste chiqueiro decadente, que você defende, nós não queremos entrar e nem os povos do mundo, especialmente na América Latina. Este chiqueiro, nem a lavagem e eles lhe darão, e sim, a merda deles, que você de forma envergonhada, dissimulada defende.

A humanidade, os homens e mulheres de bem, já estão dando cabo desta gente, sai deste chiqueiro Miriam, se junta aos bons enquanto é tempo.

O atraso, o retrógrado, o obsoleto, é que você defende e é paga para defender. E se verificarmos o seu extrato bancário...hein.

A vitória das forças nacionais democráticas, na América Latina, representa o novo, o nascer de um novo tempo, para as Nações oprimidas, que começam a libertar-se e com certeza a humanidade irá em frente, para o bem de todos.
A luta mal começou e com certeza a humanidade será vitoriosa.
E Lacaios como tu, só lamento irão para vala do chiqueiro da história.

Aylton Mattos
FILIADO AO
PMDB




Nenhum comentário: